Yaso. Toda mãe deixa de ser punk

“Toda mãe deixa de ser punk”.

É com esta reflexão que Yaso aborda diversos temas, como política, carreira, origem pobre, vida fora do Brasil, responsabilidades em liderar equipes, entre outras coisas.

Dona de um currículo extenso, Yaso se mostra desconfortável com elogios e é notoriamente uma pessoa papo reto.

Na conversa, ela conta muita coisa, inclusive o fato de não querer ser mais CEO. “Não quero ser CEO dessas empresas que estão por aí, ela diz.

É impossível descrever tudo que a Yaso já fez e está fazendo. Ela chama isso de inquietude.

Por que temos poucas Yasos no Brasil?

É uma das perguntas que fiz para esta hacker, que insiste em acreditar que igualdade social ainda é possível.

Aproveite a conversa.

Elemento Raiz
Elemento Raiz
Yaso. Toda mãe deixa de ser punk
/
Últimos posts por Julinho (exibir todos)
    ×